profissional

Paula Astiz

Mais do que apenas solucionar problemas, a função do designer gráfico hoje é principalmente criá-los, no sentido de questionar uma ordem vigente. Acredito no design gráfico como formador de opinião, com um discurso ativo na produção de novas formas de conhecimento e contribuições significativas à nossa sociedade. […] Em um país como o Brasil, onde as disparidades sociais e econômicas são gritantes, o designer deve ter um papel de contestador. Nesse sentido, acredito que o designer deva ter o poder de interferir na mensagem transmitida pelo trabalho, ter voz ativa em relação ao seu conteúdo, ao seu significado intrínseco – ou seja, acredito em um trabalho autoral.”

Paula Astiz

Bernardo Schorr e Pedro Luiz Pereira de Souza

A aceleração exponencialmente crescente da produção industrial ameaça um projeto de consumo sustentável e põe em cheque o que se tornou a própria essência da profissão designer: entre outras hipóteses, talvez seja agora de maior responsabilidade do design retirar os objetos do mundo ao invés de constantemente colocar novos. Ou seja, desmaterializar.”

Bernardo Schorr e Pedro Luiz Pereira de Souza

Brian Dougherty

O tipo de design gráfico que aprendi na faculdade é um mundo de tipografia e imagens, papel e tinta, descendente de Gutenberg e da Bauhaus. Essencialmente, é um mundo de materiais. Nesse mundo, os Designers gráficos manipulam palavras, criam imagens e especificam a matéria prima. Nessa concepção do que é gráfico, o design sustentável diz respeito à busca e ao uso de melhores materiais. Os designers podem pesquisar produtos, como papéis reciclados e sintéticos, tentar encontrar tintas atóxicas ou desenvolver dobras e estruturas que resultem em menos perdas de materiais. Quando a maioria dos designers pensa em design sustentável, esses são os temas comuns.”

Brian Dougherty

introdução

com nível superior em design gráfico e mais de 10 anos de experiência profissional criando sites, marcas, logotipos e identidades visuais, cartazes e redes sociais, impressos de papelaria como cartões de visita e panfletos; e impressos paginados como jornais e revistas dentre outros

apaixonado por criatividade e metodologia, tendo trabalhado para empresas que oferecem produtos e serviços citados acima, mas no momento totalmente autônomo (freelancer)

as qualificações incluem cursos em áreas como branding, naming, marketing, interfaces e usabilidade, caligrafia e lettering. Além disso, sempre adicionando livros à coleção e adquirindo materiais online sobre todas essas áreas

formação

graduação em design gráfico pela Faculdade de Tecnologia Senac em Goiânia - GO

formação complementar

cursos e oficinas:
  • Identidade Visual no Branding com Guilherme Sebastiany
  • Identidade Visual Estratégica com Bruno Jankowisk
  • Planejamento Estratégico de Comunicação com Juliana França
  • Caligrafia com Andréa Branco
  • Lettering com Grande Circular
  • Tipografia Modular (ProtoType_) com Érico Lebedenco
  • WordPress: Criando um Site Responsivo do Zero com Dupplamente
  • Web-design Responsivo com Rhawbert Costa
  • Usabilidade (UX Weekend) com Edu Angni
  • A Estratégia do Naming I e II com Guilherme Sebastiany
  • Branding I a IV com Guilherme Sebastiany
  • Liderança de Equipes com Adriana Veiga

 

Rolar para o topo